Necessidade

large (1).jpg

 

O fato mais difícil de aceitar em mim sempre foi o de demorar para parar de insistir em coisas que não valem a pena. E isso acaba fazendo com que meu interior fique levemente ou brutalmente machucado por conta de pessoas que aparecem, ficam apenas alguns minutos, tomam apenas um café e já partem pra outra. Querendo ou não, partir sempre foi uma palavra difícil p’eu superar.

Constantemente comento que a vida deve ser vivida com a maior intensidade possível e, que ela nada mais é do que formada de momentos. Sei o quanto isso é verdade. Porém, eu sou fraca. E tudo que acontece a minha volta é tão intenso que eu vivo momentos querendo vidas, eu vivo momentos já esperando por outros, eu estou dentro de um abraço de despedida esperando pelo próximo abraço de olá. O que eu menos espero é que o abraço de despedida por ter sido um adeus e não um até logo como eu suspeitava.

Minha cabeça martela todos os minutos que devo esquecer desses momentos ou apenas sorrir lembrando que existiram. Mas pra mim é difícil amar um momento e sorrir mesmo sabendo que nunca mais terei aquilo. Minha cabeça martela que devo esquecer. E eu tento, eu juro que tento, mas a saudade já virou rotina dentro de mim mesmo ela corroendo meu coração frágil. O que me salva disso é saber que meu coração segue grande, e nele ainda existem paredes intactas que um dia eu sei que serão machucadas, mas até lá, as outras já terão cicatrizado.

Queria esquecer.

Queria ver estrelas hoje. Queria ver a lua hoje. Queria ver a natureza hoje. Mas tudo isso me remetem lembranças. Queria ir pro meio do nada hoje. Queria caminhar hoje. Queria gargalhar hoje. Queria abraços hoje. Queria o teu abraço hoje.

Queria muita coisa hoje.

Mas muitas das coisas que eu queria me remetem lembranças que já se foram.

Queria esquecer.

Queria esquecer mesmo sabendo que sorri.

Mesmo sabendo que me fez bem.

Mesmo sabendo que vivi da forma mais intensa possível.

Isso tudo é muito confuso. Mas muito intenso.

Ainda existe muito amor aqui.

E se você está lendo isso, sabe que partiu da minha vida querendo ou sem querer, saiba que não esqueci, que ainda lembro, que eu não paro de pensar, ainda me importo e ainda te queria de volta pra me fazer sorrir mesmo eu sentindo medo de uma provável partida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s