Sem título

As coisas reaparecem dentro de mim como se nunca tivessem sumido e então eu percebo que elas sempre estiveram aqui. Por bem ou por mal. Elas sempre estiveram aqui. E o que eu mais quero e o que sinto é que preciso de alguma forma me livrar dessas coisas. Elas apodrecem aqui dentro, e vezenquando essa podridão começa a explodir e contaminar todas as coisas boas. E eu não posso permitir que isso aconteça e que eu me perca novamente. Eu me encontrei e não posso me perder novamente. Sei que não vou. Mas mesmo assim eu temo.

Eu tenho medo assim como qualquer ser-vivo possui medo do fogo. Eu tenho medo assim como as pessoas temem o tempo. Porém, eu não tenho medo do tempo que está por vir ou até mesmo do futuro. Eu tenho medo do meu passado e do quanto ele pode me assombrar.

E eu só preciso perder isso tudo para que assim, eu ainda possa sentir que as coisas tomaram o rumo certo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s